Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

INICIANDO NA PESCA DE PRAIA – Parte2 – EQUIPAMENTOS

CHICOTES:

Linha central de distribuição dos anzóis. É um pedaço de linha de aproximadamente 1 metro a 1 metro e meio que distribui os anzóis para as laterais. Confeccionado com linha cuja bitola da mesma tende a ser igual ou mais grossa que a linha do arranque. Hoje no mercado existem variados modelos e estilos de chicotes. O chicote técnico, mais tradicional para a pescaria de praia, é o bom e velho chicote de rotor saque rápido. Trata-se de um chicote confeccionado com uma micro peça de fio de aço onde a mesma permite o encaixe e desencaixe das pernadas dos anzóis, tornando assim muito mais fácil a dinâmica do pescador. Essa peça ajuda o pescador de diversas formas: na hora em que o peixe engole o anzol, quando o anzol quebra quando o pescador puxa-o da boca do peixe, ou, simplesmente , quando o pescador deseja trocar o tamanho dos anzóis.

PERNADA:

Nome técnico dado à linha que é amarrada no cabo do anzol para uní-lo ao chicote. Esta linha tem a função de fazer com que os anzóis fiquem trabalhando no movimento da maré como se a isca estivesse solta na água. Nos dias de hoje muitos pescadores fazem o uso de flúor carbono para fazer suas pernadas. A diferença técnica de fazer a pernada do anzol com o flúor carbono ao invés de usar a tradicional linha de nylon, é que o flúor carbono é bem mais rígido fazendo assim com que as pernadas não embolem no chicote permitindo ao pescador empatar os anzóis com linhas mais finas, deixando-os bem mais soltos.
Obs: O flúor carbono tem uma semelhança muito aproximada do nylon em sua textura. A olho nu não dá para o pescador distingui-lo, somente tocando no material é possível identificá-lo, pois o flúor carbono é bem mais rígido parecendo um arame.



ARRANQUE:

É o nome dado à linha mais grossa que é amarrada na frente da linha do molinete, (linha mestra que estamos usando no carretel do molinete para pescar). O arranque é o recurso técnico que nos permite arremessar nossas chumbadas, muitas vezes de gramaturas pesadas, usando linhas extremamente finas para as nossas pescarias de praia. Em uma explicação mais a fundo, o arranque é simplesmente um pedaço de linha de espessura mais grossa tendo, mais ou menos, duas vezes o tamanho da vara que o pescador irá utilizar. É importante fazermos algumas observações: para emendarmos linhas de nylon com nó, é importante saber que se tentarmos emendar diâmetros que tenham mais de 15 milímetros de diferença, o nó acaba enfraquecendo e cedendo ou simplesmente não conseguiremos fazê-lo, pois temos que respeitar a conicidade das linhas. No mercado existem dois modelos de arranques: os colados, confeccionados através de uma colagem especial por artesões, e os arranques cônicos, estes já industrializados que vem de fábrica sem cola.

LINHAS:

Depois de longos anos, o pescador está começando a mudar sua visão sobre a pescaria de praia. No passado usávamos linhas grossas como 0,40mm para as pescarias de praia, hoje já conseguimos reduzir pela metade essa espessura, o padrão clássico hoje para pescarmos em praia é 0,20mm, porém no mercado já existem linhas até mais finas como 0,12mm, 0,14mm que nos permite pescarmos de praia em distâncias extremamente longas e ao mesmo tempo com segurança de trazermos bons peixes. Depois da criação do arranque, há anos atrás, podemos usar milímetros assustadores para pescadores que não estão acostumados ainda com a evolução da pesca de praia, eu mesmo já fiz uso de linha 0,02mm, esta linha, no caso, era uma linha multifilamento

CHUMBOS:

Hoje existem infinitos estilos de chumbadas, cada uma para ajudar o pescador em uma determinada situação de mar ou até mesmo de pescaria. O que o pescador de praia mais procura nos dias de hoje é o melhor estilo de chumbo que o permita arremessar cada vez mais longe.

 

 

You must be logged in to post a comment Login